Abrir menu principal

Uiquipedia β

Desnotícias:Bolsonaro tem 48 horas para apresentar exame de Coronavírus com exclusividade para o PAYWALL do Estadão

Este artigo é parte do Desnotícias, a sua fonte de ignorância 24 horas por dia.

SPAM PÁ UOL, Brasólia

Provando de uma vez que no Brasil, a regra que vale é a de que quem pode mais chora menos, a arbitrária justiça do país, em decisão liminar e cabível de recurso determinou que o atual déspota da república bananeira teria obrigação moral e legal de alimentar o paywall da organização mercenária chamada Grupo Estado com informações quanto ao seu exame de coronavírus.

Constam informações que tal decisão foi tomada de forma monocrática pelo juiz, que muito provavelmente deve ter recebido um por fora para aprovar tal pedido estapafúrdio, dado que a organização conhecida pelo seu jornalismo caça-níqueis cuja maior marca é um jornal conhecido como Estadão não teria porque ter maior proeminência que qualquer outro meio midiático no sentido de ter acesso ao resultado do exame feito pelo atual mandatário da república dos Bananas.

O presidente Jair Bosta N'Água já afirmou que vai recorrer da decisão judicial, dado que o direito a liberdade de imprensa não deveria se sobrepor ao direito a privacidade, sendo que mesmo que o contágio por coronavírus fosse comprovado pelo exame, o mesmo não teria por obrigação produzir provas contra si mesmo, ainda que isso fosse para uma investigação criminal.

Enquanto isso, a decisão liminar é publicada e ganha várias citações no twitter, de gente ávida por mais essa furada de reportagem voltada a engordar mais e mais o polpudo caixa do Estadão com dinheiro dos trouxas que acessam o conteúdo sem graça publicado e cobrado a preço de ouro pelos mesmos.


FontesEditar